Show simple item record

dc.contributor.authorPassos, Afonso Dinis Costaes_ES
dc.contributor.authorNogueira, Jarbas Leitees_ES
dc.contributor.authorFigueiredo, José Fernando de Castroes_ES
dc.contributor.authorGomes, Uilho Antonioes_ES
dc.contributor.authorDal-Fabbro, Amaury Lelises_ES
dc.date.accessioned2015-08-25T14:54:40Z
dc.date.available2015-08-25T14:54:40Z
dc.date.issued1997es_ES
dc.identifier.citationPassos, Afonso Dinis Costa,Nogueira, Jarbas Leite,Figueiredo, José Fernando de Castro,Gomes, Uilho Antonio,Dal-Fabbro, Amaury Lelis (1997) Evoluçao da positividade sorológica para a doença de Chagas numa comunidade rural brasileira. Rev Panam Salud Publica;2(4) -,oct. 1997. Retrieved from http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49891997001000004&lng=pt&nrm=isopt_BR
dc.identifier.urihttp://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49891997001000004&lng=pt&nrm=isoes_ES
dc.identifier.urihttps://iris.paho.org/handle/10665.2/9020
dc.format.extenttabes_ES
dc.relation.ispartofseriesRev Panam Salud Publica;2(4),oct. 1997es_ES
dc.subjectDoença de Chagaspt_BR
dc.subjectTestes Sorológicoses_ES
dc.subjectAssentamentos Ruraises_ES
dc.subjectBrasilpt_BR
dc.titleEvoluçao da positividade sorológica para a doença de Chagas numa comunidade rural brasileirapt_BR
dc.title.alternativeEvolution of seropositivity for Chagas' disease in a rural community in Braziles_ES
dc.typeJournal articlesen_US
dc.rights.holderPan American Health Organizationen_US
dc.description.notesCom o objetivo de avaliar a evoluçao da positividade sorológica para doença de Chagas na comunidade rural de Cássia dos Coqueiros, Estado de Sao Paulo, Brasil, foram comparados dois estudos transversais realizados na localidade nos anos de 1971-1972 e 1989-1991. O primeiro levantamento utilizou reaçao de fixaçao de complemento para determinar a positividade para sorologia da doença. A prevalência total da doença de Chagas encontrada por este estudo foi de 16,6 por cento, com variaçao de 2,9 a 61,9 por cento (nos grupos etários de 10 a 19 anos) e máximo de 44,8 por cento (acima de 60 anos de idade). Entre pessoas nascidas em Cássia dos Coqueiros, o estudo de 1989-1991 mostrou positividade a partir da idade de 38 anos, com uma única exceçao (um homen de 24 anos de idade). A queda no índice de positividade para doença de Chagas em Cássia dos Coqueiros no período analisado pode ser parcialmente devida a fatores socio-economicos, como melhoria das condiçoes de vida e progressivo esvaziamento das áreas rurais. Porém, os resultados apontam para a aplicaçao domiciliar de inseticidas de açao residual, implementada pela primeira vez em 1950, como o fator determinante no combate aos triatomíneos e no controle da transmissao da doença. Os resultados sugerem que a interrupçao da transmissao da doença pode ter ocorrido já ao final de 1954, consolidando-se posteriormente através da melhoria das condiçoes sócio-economicas e da eliminaçao do Triatoma infestans da área de estudopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record