Show simple item record

dc.contributor.authorBarros, Ludmilla S. Ses_ES
dc.contributor.authorAmaral, Luiz A. does_ES
dc.contributor.authorL. Júnior, Jorge dees_ES
dc.date.accessioned2015-08-25T14:53:09Z
dc.date.available2015-08-25T14:53:09Z
dc.date.issued2003es_ES
dc.identifier.citationBarros, Ludmilla S. S,Amaral, Luiz A. do,L. Júnior, Jorge de (2003) Monitoramento sanitário de um sistema integrado de tratamento de águas residuárias da suinocultura. Rev Panam Salud Publica;14(6) 385-393,dic. 2003. Retrieved from http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49892003001100003es_ES
dc.identifier.urihttp://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49892003001100003es_ES
dc.identifier.urihttps://iris.paho.org/handle/10665.2/8300
dc.format.extentiluses_ES
dc.format.extenttabes_ES
dc.format.extentgrafes_ES
dc.relation.ispartofseriesRev Panam Salud Publica;14(6),dic. 2003es_ES
dc.subjectCriação de Animais Domésticospt_BR
dc.subjectMicrobiologia da Águapt_BR
dc.subjectPurificação da Águapt_BR
dc.subjectBrasilpt_BR
dc.subjectSuínoses_ES
dc.titleMonitoramento sanitário de um sistema integrado de tratamento de águas residuárias da suinoculturaes_ES
dc.title.alternativeSanitary monitoring of an integrated system for the treatment of wastewaters from pig farminges_ES
dc.typeJournal articlesen_US
dc.rights.holderPan American Health Organizationen_US
dc.description.notesOBJETIVO: Avaliar o potencial de contaminaçäo de águas residuárias da suinocultura. MÉTODOS: As águas residuárias da suinocultura foram estocadas em um tanque. Depois de 0, 30, 60, 90 e 120 dias de retençäo hidráulica, foram incorporadas em lisímetros preenchidos com solos argilosos, arenosos e médios. Esses lisímetros foram entäo submetidos à simulaçäo de duas condiçöes climáticas: estaçäo de chuvas e estiagem. O número de unidades formadoras de colônias de coliformes totais, coliformes fecais e estreptococos fecais foi medido nos efluentes do tanque de estocagem (para os diversos períodos de retençäo hidráulica), nos percolados dos lisímetros e nos três tipos de solo. As análises microbiológicas foram realizadas através da técnica de membrana filtrante. As análises de pH foram realizadas potenciometricamente. RESULTADOS: Para os três microrganismos, as reduçöes bacterianas máximas no tanque de estocagem foram obtidas a partir de 90 dias de retençäo. A quantificaçäo bacteriana nos percolados dos três solos foi caracterizada por reduçöes elevadas. Em relaçäo aos três tipos de solo, os maiores valores de reduçäo bacteriana foram verificados nos solos médios, devido à sua acidez (pH 7,0). Para os coliformes fecais a retençäo hidráulica näo foi suficiente para permitir a adequaçäo sanitária das águas residuárias e sua utilizaçäo na irrigaçäo (valores acima de 1 000 UFC.100 mL-1). Nesse caso, a incorporaçäo desses resíduos nos solos foi caracterizada como uma segunda etapa de tratamento. CONCLUSÖES: A retençäo da água residuária, seguida da aplicaçäo no solo, mostrou-se eficiente na minimizaçäo do efeito contaminante dos resíduos da suinocultura. Recomenda-se uma diminuiçäo no tempo de estocagem das águas residuárias da suinocultura, de 120 para 90 dias.(AU)pt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record