Show simple item record

dc.date.accessioned2022
dc.date.available2022
dc.date.issued2022
dc.identifier.govdocOPAS/HSS/HR/22-0012
dc.identifier.urihttps://iris.paho.org/handle/10665.2/56063
dc.description.abstractOs enfermeiros são atores-chave na promoção da saúde e na prevenção de doenças e a espinha dorsal dos sistemas de saúde em todo o mundo. Os enfermeiros trabalham na linha de frente da prevenção de doenças, promoção da saúde e gestão da saúde e, muitas vezes, são os heróis não mencionados nos serviços de saúde e na resposta a emergências. Apesar do papel crítico que desempenham no cuidado da saúde, existe uma escassez de enfermeiros em todo o mundo que afetará a prestação de cuidados de enfermagem. Este documento destaca as principais áreas de ação para investimentos direcionados na força de trabalho de enfermagem e faz um chamado para os Estados-Membros fortalecerem a enfermagem no contexto de seus esforços nacionais. São fornecidas sugestões de ação e estratégias para fortalecer a força de trabalho de enfermagem nos serviços primários de saúde por meio de investimentos em educação, empregos, liderança e prestação de serviços. O documento também fornece informações para tomadores de decisão sobre a abordagem das barreiras de acesso à saúde e no atendimento às necessidades de saúde da população, especialmente grupos que vivem em condições de vulnerabilidade, em comunidades rurais e remotas, e em locais com baixa densidade de outros profissionais de saúde. O objetivo é facilitar os esforços das partes interessadas na implementação dos recursos necessários para ajudar os países da Região das Américas a promover a saúde universal e o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) através do avanço da capacidade da força de trabalho de enfermagem. Isto inclui governos e legisladores, assim como instituições acadêmicas e educadores; profissionais de enfermagem; sindicatos, conselhos e associações profissionais de enfermagem; e órgãos reguladores. Este documento de orientação para políticas foi desenvolvido pela OPAS através de novas análises, consenso de especialistas e referência a orientações e literatura existente da OPAS e da OMS sobre investimentos na força de trabalho de enfermagem na Região das Américas.en_US
dc.language.isopten_US
dc.publisherOPASen_US
dc.rightsAttribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 IGO*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/igo/*
dc.subjectRecursos Humanosen_US
dc.subjectEnfermeiras e Enfermeirosen_US
dc.subjectEnfermagemen_US
dc.subjectPrevenção de Doençasen_US
dc.subjectSistemas de Custos em Saúdeen_US
dc.subjectAdministração de Recursos Humanosen_US
dc.subjectAméricaen_US
dc.subjectCOVID-19
dc.titleImportância estratégica do investimento nacional em profissionais de enfermagem na Região das Américasen_US
dc.typePolicy briefsen_US
dc.rights.holderPan American Health Organizationen_US
dc.contributor.corporatenameOrganização Pan-Americana da Saúdeen_US
paho.isfeatured0en_US
paho.publisher.countryUnited Statesen_US
paho.publisher.cityWashington, D.C.en_US
paho.source.centercodeUS1.1en_US
paho.relation.languageVersion10665.2/55957en_US
paho.relation.languageVersion10665.2/56055
paho.contributor.departmentHealth Systems and Services (HSS)en_US
paho.iswhotranslationNoen_US


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 IGO
This notice should be preserved along with the article's original URL.Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 IGO