Show simple item record

dc.date.accessioned2021-05-06T19:55:53Z
dc.date.available2021-05-06T19:55:53Z
dc.date.issued2021-05-06
dc.identifier.govdocOPAS-W/BRA/PHE/COVID-19/21-0017
dc.identifier.urihttps://iris.paho.org/handle/10665.2/53893
dc.description.abstractO rastreamento de contatos – acompanhado de testagem robusta, isolamento e tratamento de casos – é uma estratégia fundamental para interromper as cadeias de transmissão do SARS-CoV-2 e reduzir a mortalidade associada à COVID-19. O rastreamento de contatos é usado para identificar indivíduos que tiveram contato com pessoas infectadas com SARS- CoV-2 e colocá-los em quarentena com apoio, podendo ser usado para encontrar uma fonte de infecção ao identificar locais ou eventos onde a infecção pode ter ocorrido, possibilitando, assim, a implementação de medidas de saúde pública e sociais direcionadas. Em cenários em que pode não ser viável identificar, monitorar e colocar todos os contatos em quarentena, deve-se dar prioridade de acompanhamento aos contatos com maior risco de infecção com base em seu grau de exposição e aos contatos com maior risco de desenvolver COVID-19 grave. Ferramentas digitais podem reforçar o rastreamento de contatos para COVID-19, mas questões éticas de acessibilidade, privacidade, segurança e responsabilização precisam ser consideradas durante seu desenvolvimento e sua implementação. Os rastreadores de contato devem, preferencialmente, ser recrutados em sua própria comunidade e ter um nível de escolaridade apropriado, boas habilidades de comunicação, proficiência no idioma local e compreensão do contexto e da cultura. Os rastreadores de contato devem, ainda, ser informados sobre como manter-se seguros. Um envolvimento próximo e consistente com as comunidades é fundamental para um rastreamento de contatos bem-sucedido. Esta orientação é relevante para todos os vírus SARS-CoV-2, incluindo as variantes do vírus reportadas recentemente. A OMS atualizará esta orientação conforme necessário.en_US
dc.language.isopten_US
dc.publisherOPASen_US
dc.rightsAttribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 IGO*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/igo/*
dc.subjectCOVID-19en_US
dc.subjectBetacoronavirusen_US
dc.subjectPandemiasen_US
dc.subjectCoronavirusen_US
dc.subjectProgramas de Rastreamentoen_US
dc.subjectRegulamento Sanitário Internacionalen_US
dc.subjectInfecções por Coronavirusen_US
dc.titleRastreamento de contatos no contexto da COVID-19. Orientação provisória.1 de fevereiro de 2021en_US
dc.title.alternativeContact tracing in the context of COVID-19: interim guidance, 1 February 2021en_US
dc.typeProcedures, manuals, guidelinesen_US
dc.rights.holderPan American Health Organizationen_US
dc.contributor.corporatenameOrganização Pan-Americana da Saúdeen_US
paho.isfeatured0en_US
paho.publisher.countryBrazilen_US
paho.publisher.cityBrasília, D.F.en_US
paho.source.centercodeUS1.1en_US
paho.contributor.departmentRepresentação da OPAS/OMS no Brasilen_US
paho.iswhotranslationyesen_US
paho.uri.WHOoriginalhttps://apps.who.int/iris/handle/10665/339128en_US


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 IGO
This notice should be preserved along with the article's original URL.Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 IGO