Show simple item record

dc.contributor.authorChagas, Eda Cristina da Silvaes
dc.contributor.authorNascimento, Cristiana Teixeira does
dc.contributor.authorSantana Filho, Franklin Simões dees
dc.contributor.authorBôtto-Menezes, Camila Helenaes
dc.contributor.authorMartinez-Espinosa, Flor Ernestinaes
dc.date.accessioned2015-08-25T14:56:28Z
dc.date.available2015-08-25T14:56:28Z
dc.date.issued2009es
dc.identifier.citationChagas, Eda Cristina da Silva,Nascimento, Cristiana Teixeira do,Santana Filho, Franklin Simões de,Bôtto-Menezes, Camila Helena,Martinez-Espinosa, Flor Ernestina (2009) Malária durante a gravidez: efeito sobre o curso da gestação na região amazônica. Rev Panam Salud Publica;26(3) 203-208,set. 2009. Retrieved from http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49892009000900003es
dc.identifier.urihttp://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49892009000900003es
dc.identifier.urihttp://iris.paho.org/xmlui/handle/123456789/9783
dc.format.extenttabes
dc.relation.ispartofseriesRev Panam Salud Publica;26(3),set. 2009es
dc.subjectMaláriaes
dc.subjectComplicações parasitárias na gravidezes
dc.subjectAbortoes
dc.subjectAmeaça de abortoes
dc.subjectTrabalho de parto prematuroes
dc.subjectParto prematuroes
dc.subjectPlasmodium Vivaxes
dc.subjectPlasmodium Falciparumes
dc.subjectMalariaes
dc.subjectPregnancy Complications, Parasitices
dc.subjectAbortiones
dc.subjectAbortion, Threatenedes
dc.subjectObstetric labores
dc.subjectPrematurees
dc.subjectPlasmodium Vivaxes
dc.subjectPlasmodium Falciparumes
dc.subjectMaláriaes
dc.subjectComplicações Parasitárias na Gravidezes
dc.subjectBrasiles
dc.subjectEstudos Transversaises
dc.subjectFatores de Riscoes
dc.subjectAdulto Jovemes
dc.titleMalária durante a gravidez: efeito sobre o curso da gestação na região amazônicaes
dc.typeJournal Articlees
dc.description.notesOBJETIVO: Estimar o efeito da malária sobre o curso da gestação em mulheres na região amazônica e investigar possíveis fatores de risco nessa população. MÉTODOS: Este estudo transversal é parte de um projeto maior para estudar malária e gravidez na região amazônica. Foram incluídas gestantes com malária atendidas na Fundação de Medicina Tropical do Amazonas que responderam a entrevistas estruturadas. Dados socio-econômicos, comportamentais e clínicos foram levantados na primeira consulta relacionada a cada novo episódio de malária na gestante. Todas as gestantes foram acompanhadas ao longo de sua gestação. Foram considerados os seguintes fatores de risco para alterações no curso da gestação: idade materna menor do que 20 anos, primeira gestação, primeira infecção malárica e espécie de plasmódio infectante. RESULTADOS: Foram avaliados 535 episódios de malária em 417 gestantes, sendo 20,56 por cento causados pelo P. falciparum, 78,69 por cento pelo P. vivax e 0,75 por cento pela associação dos dois parasitas. Alteração no curso da gestação foi um evento muito frequente (26,2 por cento). Ameaça de aborto ocorreu em 49 casos (25,5 por cento), aborto em dois (1,0 por cento), ameaça de parto prematuro em 74 (25,1 por cento) e parto prematuro em três (1,0 por cento). Ser primigesta e adolescente apresentou associação estatisticamente significativa com ameaça de parto prematuro e abortamento. CONCLUSÃO: A alteração no curso da gestação foi um evento muito frequente durante o episódio agudo de malária, embora a interrupção da gestação tenha tido baixa ocorrência em nossa casuística. Os resultados não evidenciaram um fator de risco de destaque, sugerindo que qualquer gestante pode apresentar ameaça de interrupção ou interrupção da gestação na vigência de episódio agudo de malária.(AU)es
dc.description.notesOBJECTIVE: To estimate the impact of malaria on the course of pregnancy in women from the Amazon region and to investigate possible risk factors in this population. METHODS: This cross-sectional study is part of a larger project to study malaria and pregnancy in the Amazon region. Pregnant women with malaria receiving care at the Amazon Tropical Medicine Foundation (Fundação de Medicina Tropical do Amazonas) who answered a structured interview were included in the study. Socioeconomic, behavioral and clinical data were collected in the first consultation relating to each new malaria attack. All the women were followed-up throughout their pregnancy. The following risk factors for impact of malaria on the course of pregnancy were considered: being younger than 20 years of age, first pregnancy, first malaria infection, and type of infecting plasmodium species. RESULTS: Five hundred and thirty-five malaria episodes were evaluated in 417 pregnant women, with 20.56 percent being caused by P. falciparum, 78.69 percent by P. vivax and 0.75 percent by the association of both parasites. Changes in the course of pregnancy were very frequent (26.2 percent). Threat of abortion was observed in 49 cases (25.5 percent), abortion in two (1.0 percent), threat of premature birth in 74 (25.1 percent), and premature birth in three (1.0 percent). First pregnancy and age 20 years were significantly associated with threat of premature birth and abortion. CONCLUSION: Changes in the course of pregnancy were very frequent during acute malaria attacks, despite the low frequency of abortion. The present results do not highlight specific risk factors, suggesting that any pregnant woman may be at risk for the threat of abortion or for abortion during acute malaria attacks.(AU)es


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record