Show simple item record

dc.contributor.authorSanchez, Raquel Maiaes
dc.contributor.authorCiconelli, Rozana Mesquitaes
dc.date.accessioned2015-08-25T14:55:24Z
dc.date.available2015-08-25T14:55:24Z
dc.date.issued2012es
dc.identifier.citationSanchez, Raquel Maia,Ciconelli, Rozana Mesquita (2012) Conceitos de acesso à saúde. Rev Panam Salud Publica;31(3) 260-268,mar. 2012. Retrieved from http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49892012000300012es
dc.identifier.urihttp://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49892012000300012es
dc.identifier.urihttp://iris.paho.org/xmlui/handle/123456789/9344
dc.format.extentiluses
dc.relation.ispartofseriesRev Panam Salud Publica;31(3),mar. 2012es
dc.subjectAcesso aos Serviços de Saúdees
dc.subjectEquidade em Saúdees
dc.subjectPolíticas Públicas de Saúdees
dc.subjectHealth Services Accessibilityes
dc.subjectEquity in Healthes
dc.subjectHealth Public Policyes
dc.subjectAcesso aos Serviços de Saúdees
dc.subjectAcesso aos Serviços de Saúdees
dc.subjectNecessidades e Demandas de Serviços de Saúdees
dc.subjectNecessidades e Demandas de Serviços de Saúdees
dc.subjectEfeitos Psicossociais da Doençaes
dc.subjectEscolaridadees
dc.subjectDisparidades em Assistência à Saúdees
dc.subjectAceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúdees
dc.subjectFatores Socioeconômicoses
dc.subjectEquidad, Salud y Desarrollo Humanoes
dc.subjectEquidade, Saúde e Desenvolvimento Humanoes
dc.subjectEquity, Health and Human Developmentes
dc.titleConceitos de acesso à saúdees
dc.typeJournal Articlees
dc.description.notesEsse artigo descreve quatro dimensões de acesso à saúde - disponibilidade, aceitabilidade, capacidade de pagamento e informação, correlacionado-as aos seus indicadores e tecendo considerações sobre a complexidade do conceito de acesso. Para a revisão desses conceitos foram pesquisadas as bases de dados PubMed/MEDLINE, LILACS, SciELO e World Health Organization Library & Information Networks for Knowledge (WHOLIS). Veículos de grande circulação, como a revista The Economist, o jornal The Washington Post e os arquivos da rede BBC também foram pesquisados. O conceito de acesso à saúde modificou-se ao longo do tempo, tomando uma forma mais complexa. As primeiras análises, datadas da década de 1970, sugeriam uma forte relação do acesso com o aspecto geográfico (disponibilidade) e financeiro (capacidade de pagamento). A literatura mais recente procura abordar aspectos menos tangíveis, como os aspectos cultural, educacional e socioeconômico, incorporando o elemento aceitabilidade nas análises. A literatura mostra ainda que ter informação está na base do acesso à saúde, estando essa noção associada aos conceitos de empoderamento e de letramento para a tomada de decisões de saúde. Concluiu-se que a melhoria do acesso à saúde e a garantia de uma maior equidade não serão obtidas com ações cujo foco se limite aos sistemas de saúde. Em vez disso, dependem de ações inter-setoriais e políticas sociais e econômicas que permitam dissipar diferenças de renda e educação.(AU)es
dc.description.notesThis article describes four dimensions of health access-availability, acceptability, ability to pay and information-correlating these dimensions to indica-tors and discussing the complexity of the concept of access. For a study of these four dimensions, searches were conducted using the PubMed/MEDLINE, LILACS, SciELO, and World Health Organization Library & Information Networks for Knowledge (WHOLIS) databases. Large-circulation media vehicles, such as The Economist, The Washington Post, and the BBC network were also searched. The concept of health access has become more complex with time. The first analyses, carried out in the 1970s, suggested a strong emphasis on geographical (availability) and financial (ability to pay) aspects. More recently, the literature has focused on less tangible aspects, such as cultural, educational, and socioeconomic issues, incorporating the element of acceptability into the notion of health access. The literature also shows that information provides the starting point for access to health, in association with health empowerment and literacy for health care decision-making. The study concludes that improvements in access to health and the guarantee of equity will not be achieved by initiatives focusing on health care systems alone, but rather will depend on intersectoral actions and social and economic policies aimed at eliminating income and education differences.(AU)es


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record