Show simple item record

dc.contributor.authorPalmier, Andréa Clementees
dc.contributor.authorAndrade, Danielle Alveses
dc.contributor.authorCampos, Ana Cristina Vianaes
dc.contributor.authorAbreu, Mauro Henrique Nogueira Guimarães dees
dc.contributor.authorFerreira, Efigênia Ferreiraes
dc.date.accessioned2015-08-25T14:55:17Z
dc.date.available2015-08-25T14:55:17Z
dc.date.issued2012es
dc.identifier.citationPalmier, Andréa Clemente,Andrade, Danielle Alves,Campos, Ana Cristina Viana,Abreu, Mauro Henrique Nogueira Guimarães,Ferreira, Efigênia Ferreira (2012) Indicadores socioeconômicos e serviços odontológicos em uma região brasileira desfavorecida. Rev Panam Salud Publica;32(1) 22-29,jul. 2012. Retrieved from http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49892012000700004es
dc.identifier.urihttp://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49892012000700004es
dc.identifier.urihttp://iris.paho.org/xmlui/handle/123456789/9297
dc.format.extenttabes
dc.relation.ispartofseriesRev Panam Salud Publica;32(1),jul. 2012es
dc.subjectServiços de Saúde Bucales
dc.subjectAssistência Odontológicaes
dc.subjectDesigualdades em Saúdees
dc.subjectFatores Socioeconômicoses
dc.subjectBrasiles
dc.subjectDental Health Serviceses
dc.subjectDental Carees
dc.subjectHealth Inequalitieses
dc.subjectSocioeconomic Factorses
dc.subjectBraziles
dc.subjectServiços de Saúde Bucales
dc.subjectÁreas de Pobrezaes
dc.subjectFatores Socioeconômicoses
dc.subjectBrasiles
dc.subjectServiços de Saúde Bucales
dc.subjectServiços de Saúde Bucales
dc.subjectServiços de Saúde Bucales
dc.subjectInquéritos de Saúde Bucales
dc.subjectOdontólogoses
dc.subjectAnálise Fatoriales
dc.subjectProgramas Nacionais de Saúdees
dc.subjectSaúde Bucales
dc.subjectCirurgia Bucales
dc.subjectExtração Dentáriaes
dc.subjectSaúde da População Urbanaes
dc.titleIndicadores socioeconômicos e serviços odontológicos em uma região brasileira desfavorecidaes
dc.typeJournal Articlees
dc.description.notesOBJETIVO: Avaliar a associação entre proporção de exodontias, indicadores socioeconômicos e oferta de serviços odontológicos em uma região desfavorecida do Brasil. MÉTODOS: Um estudo ecológico foi realizado em 52 municípios do Estado de Minas Gerais, Brasil. Os indicadores socioeconômicos utilizados foram os critérios de alocação de recursos financeiros destinados à saúde, os índices de desenvolvimento humano municipal, de Theil e de Gini e as condições de saneamento. Em relação à oferta de serviços de saúde bucal, foram considerados o número de habitantes, o número de cirurgiões-dentistas residentes no município, o número de dentistas que trabalhavam no serviço público e o número de equipes de saúde bucal. A utilização de serviços foi avaliada pelos indicadores de saúde bucal preconizados pelo Pacto da Atenção Básica e pelo número de procedimentos realizados na atenção primária. As 17 variáveis avaliadas foram agrupadas em componentes. Analisou-se a relação entre esses componentes fatoriais e a variável dependente, proporção de exodontias. RESULTADOS: As variáveis foram agrupadas em seis componentes (condições socioeconômicas, desigualdades sociais, indicadores do Pacto da Atenção Básica, número de procedimentos realizados, razão dentistas:população, cobertura da Estratégia Saúde da Família) que explicaram, no conjunto, 73,5% da variância total. As desigualdades na distribuição de renda (P = 0,031) e a cobertura da Estratégia Saúde da Família (P = 0,015) tiveram significativamente maior peso para explicar a diferença na proporção de exodontias realizadas nos municípios estudados. CONCLUSÕES: Os fatores socioeconômicos e de organização dos serviços de saúde bucal explicam grande parte da mutilação dentária nessa região.(AU)es
dc.description.notesOBJECTIVE: To evaluate the association between the proportion of tooth extractions, socioeconomic indicators, and the availability of oral health services in an underprivileged area of Brazil. METHODS: An ecological study was carried out in 52 municipalities in the state of Minas Gerais, Brazil. The socioeconomic indicators employed were criteria for health care resources allocation, municipal human development index, Theil index, Gini coefficient, and sanitation conditions. Concerning the availability of oral health services, the following were considered: number of inhabitants, number of dental surgeons living in the city, number of dentists working in the public services, and number of municipal oral health care teams. The utilization of oral health services was evaluated using the indicators recommended by the Health Ministry's Basic Care Package (Pacto da Atencão Básica in Portuguese) and the number of procedures carried out in the primary care setting. The 17 variables assessed were grouped into factorial components, which were then analyzed in terms of their relationship with the dependent variable, tooth extractions. RESULTS: The following six components explained 73.5% of the overall variance: socioeconomic conditions, social inequality, Basic Care Package indicators, number of procedures carried out, ratio of dentists to inhabitants, and coverage of the Family Health Strategy. Inequalities in income distribution (P = 0.031) and coverage by the Family Health Strategy (P = 0.015) contributed significantly to explain the difference in the proportion of tooth extractions in the different municipalities under study. CONCLUSIONS: The dental loss observed in the region is largely explained by socioeconomic factors and aspects related to the organization of oral health services.(AU)es


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record